OnLine

Em duelo cheio de gols, Pratto brilha de novo e Tricolor vence!

Goleador demais! Este é Lucas Pratto, que tem um início de trajetória arrasador no Tricolor. Nesta terça-feira (21), no Morumbi, o atacante comandou a importante vitória sobre o São Bento por 3 a 2 em duelo válido pela quinta rodada do Campeonato Paulista de 2017. Oportunista e bom de cabeça, o camisa 14 balançou as redes duas vezes e foi o grande destaque no agitado confronto desta noite.
Além do centroavante, o peruano Cueva também deixou a sua marca – em cobrança de pênalti – para garantir o triunfo sobre os sorocabanos, que venderam cara a derrota e anotaram os gols com Pitty e Régis Souza. Com o resultado positivo, o Tricolor ampliou a vantagem na liderança do Grupo B do estadual, agora com dez pontos em cinco jogos. No próximo final de semana, no Estádio Jorge Ismael de Biasi, o time são-paulino visitará o Novorizontino.
Para encara o clube do interior, o técnico Rogério Ceni não pôde contar com o meio-campista Wesley (artroscopia no joelho direito), o atacante Wellington Nem (estiramento no adutor da coxa esquerda), o zagueiro Lyanco (liberado para período de descanso após o Sul-Americano Sub-20) e o volante Jucilei (aprimora forma física de olho na estreia). Assim, o time foi escalado com Sidão; Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Junior Tavares; João Schmidt, Thiago Mendes e Cícero; Cueva, Luiz Araújo e Lucas Pratto.
Já a equipe de Sorocaba atuou com Rodrigo Viana; Régis, Pitty, Gabriel Santos e Fábio Bahia; Denner, Leandro Melo, Itaqui e Guilherme Queiroz; Giovanni e Renan Mota. Quando a bola rolou, o Tricolor começou a partida pressionando a saída de jogo dos visitantes com os três homens de frente: Cueva, Luiz Araújo e Pratto. O São Paulo trocava mais passes e buscava o espaço entre a defesa do São Bento, que se fechou atrás.
Apesar de começar melhor, o time são-paulino não conseguiu evitar o gol do adversário. Aos oito minutos, Pitty cabeceou após cobrança de escanteio e tirou o zero do placar: 1 a 0. Depois de arrancar em desvantagem, os anfitriões trataram de permanecer mais tempo com a bola nos pés e criaram boas oportunidades. Aos 16, Cueva cruzou na área, Guilherme cortou para a entrada da área e Thiago Mendes chegou batendo de primeira: a bola passou rente ao travessão.
Em busca do empate, o time de Rogério encontrava dificuldades para chegar à meta, pois o São Paulo atuava todo atrás da linha da bola, na área defensiva. Dessa forma, para tentar envolver a marcação e confundir os defensores, o treinador são-paulino ordenou que Cueva e Luiz Araújo alternassem o posicionamento: o peruano foi deslocado para a esquerda, enquanto o atacante partiu para a ponta direita.
E foi assim que o Tricolor furou o bloqueio dos visitantes para balançar as redes aos 27 minutos: Lucas Pratto recebeu cruzamento de Luiz Araújo e testou para deixar tudo igual! 1 A 1! Foi o segundo gol de cabeça do camisa 14 em dois jogos pelo novo clube. Grande início de trajetória do centroavante no São Paulo. Além de deixar tudo igual no marcador, o gol do artilheiro deu ânimo extra aos mandantes, que mantiveram a intensidade.
Aos 40, Luiz Araújo encontrou Cueva dentro da área. O peruano fintou dois defensores com um drible e chutou cruzado: Cícero, por pouco, não conseguiu chegar para virar o placar. No minuto seguinte, Cueva e Pratto envolveram o adversário com linda tabela. O argentino ajeitou de calcanhar, e o peruano bateu com perigo. A bola tirou tinta da trave. Na última tentativa de virar antes do intervalo, o São Paulo contou novamente com o camisa 14, que ficou no quase aos 42.
Na volta para a segunda etapa, com a mesma intensidade, o Tricolor acuou o rival e logo assustou. Aos dois minutos, Pratto foi acionado em rápido contragolpe, chutou, mas o goleiro Rodrigo Viana cortou. Na sobra, Fábio Bahia quase marcou contra. Intenso e sem deixar o São Bento respirar, o time são-paulino virou o placar aos quatro com o goleador da noite: Pratto! Júnior Tavares cruzou da esquerda na cabeça do argentino, que subiu mais que a defesa para estufar as redes! 2 a 1!
Sem deixar o ritmo cair, o São Paulo seguiu mais presente no campo de ataque. Aos 19 minutos, Luiz Araújo desarmou o rival e partiu em disparada. O camisa 31 rolou para Cueva, que bateu e parou em grande intervenção do arqueiro sorocabano.
Mesmo na frente no placar, o Tricolor atacava mais e tentava definir o jogo. Aos 27, o terceiro gol não saiu por pouco! Luiz Araújo acionou Cueva de novo, o camisa 10 bateu firme e carimbou o travessão! E justamente quando era superior e buscava mais tranquilidade no marcador, o São Paulo sofreu o empate aos 31 minutos, com Régis Souza deixou tudo igual: 2 a 2.
Com Chavez em campo – o camisa 9 entrou no lugar de Luiz Araújo -, o time são-paulino se mandou para o ataque em busca da vitória. E conseguiu! Aos 39, o atacante argentino foi derrubado na grande área: pênalti! Com categoria, aos 41, Cueva deslocou o goleiro e garantiu o importante triunfo do Tricolor, que venceu por 3 a 2 e ampliou a vantagem na liderança do Grupo B do estadual, agora com dez pontos em cinco rodadas.
Informações. Site Oficial do SPFC
Compartilhar Google Plus

Autor ...

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial