OnLine

Política com Assis Matos. Ingratidão política

Foto de reprodução/internet

A gratidão é uma virtude do céu. É a memória do coração. Mas na política inexiste a palavra gratidão. Os amigos de hoje serão os inimigos de amanhã. A boca que beija é a mesma que escarra. Os que receberam as benesses, se lambuzam no mel do poder, são os mesmos que cuspiram, traem, movidos pela vaidade, egoísmo e a desenfreada luta pelo poder. Ninguém espere gratidão pelo favor ou beneficio feitos a outrem, seja por parte de parentes, amigos ou conhecidos. É da essência  humana esquecer ou minimizar as dádivas recebidas. Muitos se voltam contra os benfeitores de ontem. É a criatura se voltando contra o criador. O ingrato tem uma áfita na alma. O episodio da cura dos dez leprosos ilustra bem esse texto, dos dez curados epenas um voltou para agradecer ao benfeitor. O próprio Jesus indagou: não foram dez os curados? Onde estão os outros nove? Qualquer semelhança com a política e os políticos de Chorozinho é mera coincidência.

Política com Assis Matos
Compartilhar Google Plus

Autor ...

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial